A importância da consolidação da imagem da marca na era digital 

Ter a imagem da marca consolidada no mercado é fundamental para atrair e manter consumidores na era digital. Saiba mais sobre a importância do branding!

A imagem da marca é algo que tem total interferência na conexão que os clientes constroem – ou não – com seu produto ou serviço. Não é por acaso que, cada vez mais, há uma preocupação com branding: a gestão dessa reputação.  

Quando pensamos em marcas de sucesso, automaticamente já vêm à nossa cabeça a logomarca, valores que remetem à mesma ou pessoas ligadas ao produto. Isso acontece porque essas empresas apostaram na consolidação da imagem da marca de forma correta.  

Quer um exemplo? A Apple se posicionou no mercado como uma marca de inovação e exclusividade. Os consumidores que se identificam com essa postura são fiéis e embaixadores da marca, e aguardam ansiosamente pelos próximos lançamentos. 

A Coca-Cola é outra empresa que soube se posicionar, passando para os clientes a ideia de que o produto é para ser consumido em momentos de alegria e diversão. Talvez por isso a companhia segue forte no mercado há 127 anos.  

Nos dois casos, isso deu certo graças a uma boa gestão da reputação. O branding foi bem estruturado.  

Branding é o conjunto de ações realizadas para criar, fortalecer e consolidar uma marca no mercado. Isso vai da criação da identidade visual até a forma de se comunicar com os consumidores, e não deve ficar restrito apenas a grandes marcas. Na era digital, isso pode ser ainda mais importante.  

Imagem da marca na era digital 

 Hoje, antes de optar por determinada marca, os clientes buscam informações sobre todas as esferas da empresa. Além de saber o que de fato ela executa, procuram conhecer seus valores e consideram até mesmo o quanto se identificam com a mesma para então comprar ou não.  

O acesso à informação tornou o público mais exigente. Não por acaso, uma pesquisa feita pela CEI Survey aponta que até 2020, 86% dos clientes aceitarão pagar mais para ter uma experiência melhor. E, hoje, essa ideia tem tudo a ver com a forma como sua empresa atua na internet.  

Os clientes querem respostas rápidas e bom atendimento, então é preciso estar preparado: o público está pronto para aproveitar a oportunidade que as redes sociais oferecem e criticar a empresa publicamente se for necessário.  

Um branding bem feito traz vantagens que podem ajudar qualquer empresa a melhorar a própria imagem.  

 

3 vantagens do branding bem feito  

 1. Se diferenciar dos concorrentes 

Tornar a marca bem consolidada é, basicamente, criar e reforçar uma identidade. Graças a isso, é possível destacar seus diferenciais e passar para os clientes o que ela tem de única. Essa diferenciação pode ser fundamental na hora de desbancar um concorrente e chamar mais atenção. 

 2. O público passa a se identificar mais  

O branding faz com que os consumidores fiquem cientes dos principais objetivos e valores da marca. É como se a empresa conseguisse finalmente explicar o que ela é, ou seja, o seu DNA. 

Hoje, isso é fundamental. O autor e consultor organizacional Simon Sinek conseguiu fazer rodar o mundo uma ideia que apresentou em seu livro “Starts With Why”: as pessoas não compram o que você faz, mas sim por que faz.  São várias as marcas que levam isso em consideração na hora de planejar seu posicionamento.  

3. Mais credibilidade  

Garantindo seu espaço em seu mercado e sendo reconhecido pelas pessoas por sua identidade faz com que haja mais confiança no trabalho realizado. Basicamente, isso impulsiona positivamente a reputação da marca, que pode interferir na decisão de compras dos consumidores.  

Aliás, após realizar a construção e a consolidação da imagem da marca, é preciso se preocupar também com a gestão da reputação. 

 Gestão da reputação 

A reputação tem a ver com a experiência que o cliente tem com a marca, além de ações realizadas por parte da empresa, atendimento, responsabilidade social e até mesmo a opinião de outras pessoas sobre a empresa.  

Não por acaso, a importância desse assunto é destacada há anos. Em 2002, uma pesquisa da Universidade de Oxford apontou que a reputação de uma empresa pode corresponder a cerca de 40% do seu valor de mercado 

Hoje, todos têm voz nas redes sociais. Por isso, as pessoas se sentem livres para opinar ou até mesmo denunciar marcas quando acham necessário. Essas pequenas ações já podem ter grande influência na reputação da marca. 

 

Erros que inteferem na reputação: case Zara 

Um exemplo recente de como detalhes influenciam hoje na visão do público sobre a marca: Em 2017, a marca Zara decidiu fazer uma campanha de empoderamento feminino com a frase “Love Your Curves”. O problema é que a foto mostrava garotas bem magras. Em pouco tempo, a marca recebeu diversas críticas nas redes sociais e teve sua imagem prejudicada.  

 

É preciso ter uma equipe de comunicação qualificada e preparada  

Com a necessidade de ter a imagem da marca bem consolidada e ainda saber lidar com a gestão da reputação , é preciso ter uma equipe qualificada na área de comunicação. Será que sua empresa está preparada para enfrentar uma crise de imagem corporativa?

No comments yet! You be the first to comment.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *